iA


Afinal, quem pode praticar a Acupuntura no Brasil?

por Nöthlich. Tempo médio de leitura: aproximadamente 2 minutos.

Quem pode praticar a acupuntura no Brasil? Este questionamento, antes feito por pouquíssimos, começa a rodear o pensamento de várias pessoas. Muito já se falou sobre a necessidade da formação em medicina para o exercício desta milenar técnica. No entanto, parece que esqueceram de explicar como ela é praticada nos demais países do mundo.

A Organização Mundial de Saúde publicou em 2001 um amplo levantamento sobre a situação das medicinas alternativas no mundo, e verificou que somente em dois países a acupuntura é restrita a médicos: Arábia Saudita e Áustria. Tal constatação se contrapõe frontalmente aos radicais que tentam creditar esta técnica milenar como um ato exclusivamente médico. Em mais de 50 países, porém, todo indivíduo com a devida formação em acupuntura pode praticá-la. Assim, não apenas os médicos, mas também, os enfermeiros, os psicólogos, os quiropráticos, os terapeutas e outros profissionais, aplicam esta técnica, além, evidentemente, dos Acupunturistas graduados em uma faculdade própria de acupuntura.

O mais importante não é afirmar quem pode ou não quem pode praticar, o fundamental é definir critérios claros sobre como se deve praticar a acupuntura pelos mais diversos profissionais. A OMS defende que a acupuntura seja multi-profissional e recomenda o estabelecimento de competências especificas para cada categoria. Neste sentido, foi apresentado no dia 27 de novembro de 2003 pelo deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), um Projeto de Lei que visa regulamentar o exercício profissional desta atividade, seguindo as orientações da OMS. Pelo projeto, todos poderão exercer esta prática dentro da sua respectiva área. Deste modo, o médico aplicará a acupuntura na sua especialidade (clínica médica, cardiologia, ginecologia, geriatria, etc); o fisioterapeuta aplicará na fisioterapia; o enfermeiro, na enfermagem; o psicólogo, na psicologia; o dentista, na odontologia, o veterinário, no trato de animais; e assim por diante.

Mas afinal, quem pode praticar a acupuntura no Brasil? Hoje, na ausência de uma Legislação Federal sobre a questão, qualquer um pode. Não é raro encontrarmos profissionais de acupuntura incapazes, sejam estes habilitados ou não. Por isso, é imprescidível regulamentar esta atividade. Entretanto, o que se almeja é que apesar do forte lobby pelo monopólio da acupuntura, o direito ao livre exercício profissional continue garantido no país. Defendo que a acupuntura possa ser praticada por todos, mas com critérios definidos. Desta forma, se um individuo quiser se submeter a um tratamento de acupuntura poderá escolher com segurança o profissional que melhor lhe convier.

Acredito na democratização da saúde. Liberdade profissional com qualidade.

Comente no Twitter:       

Comente no Facebook:

  1. Elson Junior disse:

    Sou estudante de medicina e estou cursando também acupuntura. Não sou a favor da exclusividade da atividade de acupunturista por médicos, porém sou contra a forma como se está formando acupunturistas no Brasil. Até mesmo no curso que estou fazendo vejo pessoas com pouquíssimos conhecimentos na área de saúde e sem nenhuma noção de fisiologia. As aulas teóricas são poucas e o conhecimento a cerca de como age a acupuntura no organismo não é explicado. Realiza-se aulas práticas sem a devida preparação. Sou a favor da acupuntura para toda a área de saúde, mas que ela seja aplicada com qualidade.

  2. eva epelbaum disse:

    Sou cirurgiã-dentista e acredito que limitar a atuação da acupuntura é diminuir seu potencial de terapêutica total em que o paciente é visto como uma unidade individual e não como partes de um quebra cabeça.

  3. iracema da silva nogueira disse:

    .Sou enfermeira docente professora adjunta da unversidade federal do amazonas.
    Parabenizo você pela visão holística que tem do ser humano e pela democratização do saber . O cliente tem o direito de escolher o profissional que deseja ser tratado e o nosso compromisso ético é garantir uma assistência livre de danos decorrentes de imperícia, negligência ou imprudência.Tudo isso passa pela questão do preparo técnico, científico e humano.
    Mais uma vez parabéns ! Serei uma leitota assídua. Tenho interesse em ser uma especilista.porém em Manaus ainda não há essa possibilidade.
    Feliz Ano Novo!

  4. francicero disse:

    ola que bom que temos sites assim sou academico de enfermagem na cidade de imperatriz do maranhão e estou muito entusiasmado com a acupuntura e pretendo em breve fazer uma especialização na area e levar para mais pessoas o alivio de dores e outras aflições dentro sempre de uma visao integralizadora.

  5. Le Regina disse:

    Sou enfermeira e gostaria de fazer especializacao em acupuntura, queria saber se eu poderei tambem trabalhar como autonoma?

  6. eduardo disse:

    Olá Francícero,
    Seja bem vindo ao nosso site, e obrigado!

    Olá Regina,
    No presente não há legislação Federal a respeito. Assim, em termos legais, você fica subordinada somente ao seu Conselho Profissional. O melhor é informar-se junto ao seu Conselho sobre quais cursos de especialização são reconhecidos pelo Conselho da sua região. Fazendo um curso legalizado junto à SEE e reconhecido pelo seu Conselho, não há impedimento para que você trabalhe como acupuntora.
    Tenha em mente que é possível que no futuro (não muito próximo) pode vir a ser promulgada alguma Lei Federal que altere a situação.
    Um abraço

  7. eduardo disse:

    Olá Iracema,
    Obrigado pelo seu apoio. O espírito deste sítio é exatamente o que você comentou.

  8. Andréa disse:

    Estou muito interessada na prática da acupuntura como autônoma. Sou Técnica em enfermagem e gostaria de saber se existem profissionais com minha escolaridade que exercem a profissão.

  9. Clairê disse:

    Estou fazendo especialização em Acupuntura sou enfermeira e estou fazendo TCC na minha área e gostaria de saber se alguém tem informações do número de enfermeiros acupunturista no Brasil e quando iniciou aqui no Brasil e em outros paises.

  10. José Soares disse:

    Sou Fisioterapeuta e estudo de Acupuntura, acredito que esta arte milenar nunca deva ser de apenas de uma profissão da saúde até porque ela é totalmente diferente da visão de saúde que temos no ocidente. Por acaso existe algo dentro da medicina ocidental que faça com que acupuntura seja praticada por Médico. Dentro da Fisioterapia nos utilizamos uma corrente elétrica que trabalha com os pontos de Acupuntura que chama-se Tens-Acupuntura e nem por isso nós Fisioterapeutas queremos deter o monopólio da Acupuntura. O Conselho de Fisioterapia foi o 1º a ter dominio sobre a acupuntura no Brasil desde 1985. Na Historia da Acupuntura no Brasil diz que quem iniciou com ensino regular foi um Fisioterapeuta chamada Frederico Speth que foi o Fundador da 1º escola de Acupuntura do Brasil que chama-se ABA- Assocssiação Brasileira de Acupuntura da qual faço parte.

    Então Acredito que Acupuntura deva ser multiprofissional com critérios rigidos para sua utilização pelos profissionais.

  11. Adrina Benjamin disse:

    Estou interessada en fazer o curso de Acupuntura. Estou pesquisando Diversas Faculdades. Meu desejo é trabalhar de forma autônoma. Como se dá a atividade da enfermagem com a acupuntura? Existe captação no mercado de trabalho para de enfermeiro acupunturista? Concurso?

  12. Eduardo disse:

    Andréa, Clairê e Adriana,
    Os técnicos em Enfermagem precisam fazer um curso técnico de Acupuntura, para receberem um diploma de nível técnico. Os profissionais da área de Saúde com nível superior (como fisioterapeutas ou enfermeiros por exemplo) podem fazer cursos de pós-graduação ou especialização, é claro desde que o respectivo Conselho Profissional reconheça a especialidade e tenha aprovado o curso.
    Existem técnicos em enfermagem exercendo a profissão autonomamente, assim como enfermeiros com formação superior, mas não sei precisar quantos há no Brasil.
    Reproduzo aqui uma recomendação que fazemos numa página específica:

    Sugerimos enfaticamente que antes de matricular-se num curso regular de Acupuntura ou Fitoterapia você se informe sobre a legalidade do curso em questão e sobre a possibilidade de registro do certificado ou diploma conferido pelo mesmo junto à Secretaria Estadual de Educação do seu Estado. Um “curso livre” está habilitado a conferir apenas certificados, que não têm valor legal, embora possa oferecer aulas e conteúdo de qualidade. Um curso reconhecido por uma SEE pode conferir diplomas que terão registro oficial, mas pode oferecer ou não uma boa qualidade de ensino. Mesmo com um diploma registrado oficialmente por uma SEE, o exercício profissional é regulado e fiscalizado por outros órgão públicos e leis, e pode não ser possível exercer uma profissão mesmo portanto um diploma.

  13. Viviane disse:

    Bom dia.
    Fui vítima de um mau profissional que se diz terapeuta e acupunturista devido aos diplomas de “cursinhos” profissionais que ele expõe em sua “casa-consultório”.
    O charlatão é biólogo e atua como terapeuta, psicoterapeuta e iridólogo em São José dos Campos.
    Gostaria de saber como o Conselho de Medicina permite que pessoas deste tipo se aproveitem da fragilidade do doente. Estamos de mãos atadas porque não temos como saber quem é ou não profissional. Preciso de informações e recursos baseados na legislação para denunciar pessoas assim. Socorro!

  14. Eduardo disse:

    Viviane,
    Os Conselhos de Medicina (tanto os Regionais quanto o Federal) somente têm autoridade sobre Médicos. Atualmente não há no país regulamentação para a profissão de Acupunturista, o que cria uma situação em que não existe um órgão específico de fiscalização profissional.
    Este é um dos motivos pelos quais acreditamos que a Acupuntura deva ser regulamentada como uma profissão independente, de modo a serem criados conselhos regionais e federais de Acupuntura que fiscalizem o exercício desta profissão.

  15. Diego Trindade disse:

    Sou estudante de fisioterapia e tambem concordo que a acupuntura seja multi-profissional. Gosto muito da area alternativa de tratamento e por isso vou fazer o curso de especializaçao em acupuntura. Mas ando pensativo, a fisioterapia tem muitas opçoes de trabalho, mas o mercado aqui em Sergipe esta muito lotado, queria saber se acupuntura esta em melhor condiçao como emprego no Brasil ou na minha regiao.

  16. douglas silva disse:

    a acupuntura não deve ser aberta para diversas areas pois como esta acontecendo, pessoas sem o nivel superior, só com a formação do curso de acupuntura, estão exercendo esta atividade sem mesmo conhecer conceitos adquadamente sobre fisiologia humana, bioquimica, etc, não deve ser liberado

  17. ricardo de paiva soncini disse:

    Sou massoterapeuta e acupunturista, formado pela escola oriental de massagem e acupuntura (EOMA), estudei 4 anos sendo o curso reconhecido pelo ministerio da educação, segundo e escola. Só que a propria escola, não tem um encaminhamento para os técnicos formados, deixando muitas duvidas e receios quanto ao exercicio da profição, por não exister uma regulamentação do referido. É bom estar sempre questionando a legalização da acupuntura com seriedade e todos os cuidados que o assunto merece.

  18. Eduardo disse:

    Douglas,
    A Acupuntura não é regulamentada no Brasil. Assim, ela é uma profissão de livre exercício – ou seja, ela é liberada.
    No entanto, concordamos com você a respeito da necessidade de uma formação adequada. Atualmente os estados da União têm, devido à omissão desta, normatizações diversas no que toca à exigências para os cursos técnicos e de pós-graduação. A Acupuntura pode continuar exatamente assim por um tempo indefinido.
    Existem duas possibilidades se o país, por meio do Congresso Nacional, resolver por regulamentar a profissão: ela pode ser regulamentada como uma profissão independente, com curso de formação (seja de nível superior ou técnico, vai depender dos legisladores) próprio, o que nós enxergamos como uma forma democrática de regulamentação. É claro haveria também pós-graduações para os profissionais da área de saúde. A segunda possibilidade é que a Acupuntura seja regulamentada como uma profissão subalterna, ou seja, subordinada e dependente de outra(s) profissão(ões).
    É de se notar que a Organização Mundial de Saúde, que ao contrário de associações locais não tem se mostrada norteada por interesses corporativistas ou financeiros, tem documentos publicados mundialmente que recomendam a regulamentação democrática da Acupuntura.
    Ainda estou por encontrar um só profissional de saúde que tenha lido os documentos da OMS e que conteste os seus argumentos.

  19. marcia disse:

    Meu marido tem curso de Acupuntura e Massoterapia, e foi acusado pelo promotor público de prática ilegal da medicina. Ele tem os diplomas e a escola é reconhecida, assim como os cursos, na Secretaria de Eduacação do Estado. Isso é uma barbaridade… fica bem complicado, pois ele não está podendo trabalhar, e nossa família está passando necessidades.

  20. Eduardo disse:

    Márcia,
    Por favor leia os comentários deste artigo, há dados uqe podem ser importantes na defesa do seu marido, especialmente uma sentença do Supremo Tribunal de Justiça a respeito.

  21. Cristiane disse:

    Ola… sou técnica de enfermagem e gostaria de estar cursando acupuntura o que devo fazer, para garantir um diploma, que eu faça a técnica sem ser prejudicada futuramente.
    Moro em São José do Rio Preto – SP; onde posso encontrar esse curso na minha cidade.

  22. Eduardo disse:

    Cristiane,
    Como você pode ver pelo que escreveu a Márcia (acima), não há como garantir. Além disso, dê uma lida nesta página.

  23. Fabiane sebold disse:

    Sou enfermeira e atuo como acupunturista há mais ou menos três anos.Concordo plenamente quando você faz estas consideraçoes acerca do profissional atuante, a Medicina Chinesa em especial a acupuntura é uma forma de cuidar das pessoas em desequilíbrio, em especial para a enfermagem o cuidado assume diversas dimensões uma das quais é a visão oriental do cuidado. Estou desenvolvendo o mestrado na enferamagem com o tema acupuntura e o cuidado. Ainda temos que crescer mais em termos de conhecimneto e legislação.

  24. Cristian Oprea disse:

    Sou medico na Romenia e posso falar que aqui tambem (como na Arabia, Austria e Italia) acupuntura e uma especializacao medica. Eu sou a favor de uma maneira organizada e responsavel e educacao em acupunctura. Uma pessoa sem conhesimentos na area de fisiologia e anatomia nao pode praticar acupuntura (depois um cursinho de 100 horas). Como medico, estudando acupuntura desde 1994, com especializacao em acupuntura na Romenia e China (quasi 3 anos na Universidade de Medicina Chineza de Nanjing) posso falar que precisa muito tempo e energia e conhesimentos pre-requisitos por poder aprender e praticam bem acupuntura. Espero que no Brasil acupuntura sera multiprofessional mas, no mesmo tempo concordo com Jose Soares que deva ser regulamentada, que precisa “criterios rigidos para sua utilizacao pelos profesionais” (e claro que precisa conselhos regionais e federais de acupuntura).
    Nao entendi perfeito que significa que acupuntura e uma profissao de livre exercicio (sem regras sobre formacao,ementa, carga horaria, docentes e pratica???)
    Eu, se vou pra Brasil posso praticar acupuntura ? (claro que meu caso e particular, tenho muitos certificados e diplomas (medico, especializacao em acupuntura, mestrado) mas nao revalidados ai. E acho normal se eu quero praticar no Brasil, ter todos documentos revalidados para uma comissao.

  25. Eduardo disse:

    Cristian,
    No Brasil somente uma lei Federal pode regulamentar o exercício de uma profissão (ou delegar isto aos Estados da Federação). Uma tal lei ainda não existe no Brasil, o que significa que em tese qualquer um pode praticar acupuntura, inclusive sem formação nenhuma. É claro que isto acaba sendo impedido por órgãos de fiscalização sanitária, e pelos Conselhos Profissionais para os profissionais subordinados a eles, na prática. Mas qualquer um que tenha um consultório pode começar a praticar.
    Obviamente esta situação fica aquém do desejável ou mesmo do seguro.

    Por outro lado, setores radicais de algumas profissões pretendem apoderar-se da acupuntura. Isto é igualmente indesejável, pois acabaria elitizando o acesso tanto ao exercício profissional, como o acesso ao recurso terapêutico.

    Concordo é claro que um cursinho de 100 horas é insuficiente para formar um acupuntor. Mas a própria OMS tem recomendações para vários graus de formação, inclusive formção básica para agentes de saúde. Tendo estudado em Nanjing, creio de você deve ter tido informações sobre o projeto do governo chinês chamado “Médicos de Pés Descalços”. Um cursinho de 100 horas seria o suficiente para instruir um agente de saúde para aplicar moxa em dois ou três pontos de fácil localização, seguindo um diagnóstico previamente feito por um profissional mais qualificado, você não acha?
    Os cursos técnicos no Brasil têm uma carga horária que gira em torno de 2500 horas totais, próximo do que a OMS sugere.

    Como vemos, tudo depende da forma de observar a questão. Nós defendemos, é claro, a regulamentação da profissão, mas sempre de forma multiprofissional e contemplando a criação de uma profissão independente e autônoma de Acupunturista.

  26. shayenne teles disse:

    olá sou Shayenne , curso fisioterapia e não concordo com a exclusividade da prática de acupuntura somente para os profissionais médicos.Afinal a prática de acupuntura em outras aréas da saúde tende a melhorar o atendimento para as pessoas que necessitam desta prática , diminuindo assim o nível de pacientes doentes, fazendo com que nós profissionais da saúde exerça o nosso trabalho.
    P.S Shayenne Teles

  27. joselyce disse:

    Ola sou enfermaeira e estou cursando especialização em acupuntura e concordo com os colegas , a acupuntura não deve ficar restrita aos profissionais médicos, mas a todo profissional de saúde com superior, com visão holistica e com muita dediçação por seus pacientes pois se não tiverem noções de fisiologia e anatomia não vai ser nada fácil alcaãr os ensinamentos. Precisamos sim e quero saber como podemos lutar para termos conselhos de acupuntura.

  28. Estou desenvolvendo uma pesquisa exatamente sobre isto.
    Me indigna o fato de o Conselho Fedral de Medicina passar 40 anos negando a acupuntura com atividade valida. Assumiu isso em duas resoluções: uma em 1972 e outra em 1986, todas negam a acupuntura.Voces podem ver. Somente em 1995 é que mudam radicalmete e além de Tornarem a acupuntura especialidade médica ainda dizem que é um ato médico, como pode??
    Isso só reforça o argumento de que eles estão de olho é no mercado de trabalho, Reserva de mercado é claro.
    Agora vejam a nova portaria do Ministério da Saúde, é um balde de água fria nos interesses do CFM.
    Abraço a todos.

  29. Cibele Branco disse:

    Sou nutricionista e gostaria de saber se profissionais da minha área podem utilizar e se têm autorização para aplicar acupuntura como um auxiliar no tratamento dietoterapico.
    Tenho interesse em fazer um curso técnico de acupuntura e não gostaria de saber se poderei aplicá-lo.
    Qual o melhor local em São Paulo para fazer este tipo de curso?
    Obrigada

  30. aurelice disse:

    estudo estética e cosmetologia, gostaria de saber se vou poder fazer acunputura. Bom, sei que pra isso preciso fazer um curso.

  31. Marisa Costa disse:

    oi.sou enfermeira e estou fazendo o curso de acupuntura(ja fiz 2módulos,dos 24que serão oferecidos).vou me informar com meu conselho de mais detalhes.mas garanto q estou muito satisfeita com o curso,que superou minhas expectativas…espero q a situação de todos q querem ou já praticam esta tecnica seja logo esclarecidas.

  32. Olá! Sou Enfermeiro atuando desde 1997, quando me formei. Desejo cursar especialização em acupuntua e me aprofundar nesse ramo. Sempre dediquei minha vida ajudando o próximo e sei que a dor é um dos sintomas mais difícil que qualquer ser humano tenta superar. Com essa nova técnica, conseguiremos ajudar muita gente.Sei que com dedicação e amor na profissão, conquistarei mais um ideal na minha aprendizagem. Desejo apenas saber locais da grande São Paulo, onde possa me especializar em acupuntura. Obrigado!

  33. antonia alvaneri do vale disse:

    Estou no quarto simestre em educação física e comecei um curso em acupuntura, o curso está sendo oferecido em minha cidade Fortaleza.Ceará, pela a ABA. Estou ciente que só receberei o diploma quando terminar a faculdade. Gostaria de saber se estou no caminho certo. Ajude-me.

  34. tania disse:

    gostaria de obter mais informações a respeito de curso tecnico em acupuntura, não tenho formação superior, mas me interesso muito pela medicina chinesa, sera que posso fazer esse curso, moro em Maresias, São Sebastião, onde poderia ter um curso mais proximo de onde moro????
    obrigada!!

  35. Elaine disse:

    A centralização da acupuntura somente pelos médicos eu não acho legal, pois isso é uma forma de monopolizar, e monopólio é crime, e diante disso nós da sociedade somos capazes sim, desde que vc faça um curso sério e de alta capacidade em que possa passar seriedade e bons resultados…

  36. Maria disse:

    Eu acho que a lei tem que continuar assim, pois acredito que quem fez um curso de acupuntura, não fez por brincadeira, levou a serío e com certeza vai se dedicar plenamente no seu trabalho

  37. Elis disse:

    Sou medica veterinaria e faco especializacao em acupuntura com fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiologos e farmaceuticos em uma instituicao muito bem conceituada. Gostaria de saber se ha alguma Lei que exija minha pratica apenas em animais, pois gostaria de exercer em humanos tambem. Vale ressaltar que o corpo humano e dos animais possuem as mesmas estruturas e fisiologia, o que muda e que os animais sao quadrupedes e ainda no curso so temos praticas em humanos. Dizem que p/ animais posso adaptar.
    Se um terapeuta que nao necessariamente tem nivel superior em area de saude, pode exercer, pq e vetado a um veterinario que estuda 5 anos?

  38. Claudia Nazaré disse:

    - Sou dentista e acupunturista mais infelizmente os concursos publicos e os convênios só querem medicos acupunturistas…

  39. Eduardo disse:

    Cibele, Luiz Carlos, Antônia:
    Sugiro que verifiquem junto aos seus Conselhos Profissionais se os cursos que estão frequentando oferecem diplomas de especialização reconhecidos por aqueles Conselhos. Além disso leiam esta página com mais recomendações a respeito da legalidade dos cursos.

    Aurelice e Tânia,
    Leiam também a mesma página.

    Elis,
    Sua pergunta é muito importante. Como está escrito no artigo,

    Hoje, na ausência de uma Legislação Federal sobre a questão, qualquer um pode [pode praticar a acupuntura no Brasil]

    Ou seja, não há uma lei que impeça que você aplique acupuntura em pessoas – mesmo porque no seu curso você foi treinada para isto.
    O interessante é refletir sobre o seguinte: você tem curso superior para clinicar em animais, não em humanos. O seu curso de acupuntura, por outro lado, habilita-a para clinicar em seres humanos. Eu suponho que você possa atender como médica veterinária especializada em acupuntura se for atender animais, mas que tenha que atender como profissional de nível técnico se for atender uma pessoa.
    O que eu te sugiro enfaticamente é: tentar conversar com alguém do seu Conselho Profissional a respeito, de preferência alguém de um departamento jurídico, para se cercar das precauções necessárias (até mesmo no que toca a blocos de anotações, carimbos, placas na porta do consultório) de modo a não ficar legalmente vulnerável. Depois dessa consulta ao seu Conselho, converse com alguém da direção do seu curso sobre o assunto, no sentido de obter tanto o diploma de especialista para a prática em animais quanto o diploma de nível técnico para a prática em seres humanos. Claro, isto deve depender de mais exames no curso, e da viabilização pela direção.

  40. Eduardo disse:

    Cláudia,
    Isto era de se esperar, aqui no Brasil. Mas tem um lado bom (na minha opinião): os planos pagam muito mal, em geral, por uma consulta, e uma consulta de acupuntura de boa qualidade pode durar até perto de uma hora. O que não se adequaria ao sistema dos planos de qualquer maneira.

  41. Denise disse:

    Olá! Muito interessante a possibilidade que o site promove para debater a prática da acupuntura. Encontrei o site ao fazer a busca pelo google sobre uma questão levantada por um aluno psicólogo. Sou fisioterapeuta, não tenho formação em acupuntura, e dou aulas em algumas disciplinas para formação de psicólogo perito de trânsito. Hoje um aluno, curiosamente, me perguntou se pelo fato dele ser psicólogo a prática de acupuntura por ele seria restrita às condições emocionais ou se ele poderia também tratar morbidades realmente físicas. Pelo que li aqui no site, já que não tenho formação em acupuntura, não existe uma legislação específica que restringe a prática. Mas gostaria de saber se há algum tipo de de ressalva para este profissional para que eu possa dar retorno à pergunta do aluno. Muito obrigada

  42. joselania disse:

    olá! sou tecnologa em estetica e cosmetologia, gostei muito no que li neste artigo,e pretendo me especializar em acupuntura, embora algumas escolas do mesmo diz nao aceitar o tecnologo para fazer especializaçao. mesmo assim estou tentando.

  43. Eduardo disse:

    Olá Denise,
    Em última instância a prática da acupuntura por psicólogos fica subordinada às instruções dos conselhos Federal e Regionais de Psicologia, pois não havendo legislação específica estes conselhos regulam a atuação profissional desta categoria.
    Esta é a resposta precisa sobre o assunto – mas não tenho conhecimento de nenhuma restrição para o tratamento de quaisquer moléstias imposta pelos conselhos de Psicologia.

  44. Isabela Quadros disse:

    Sou estudante de Enfermagem, pretendo fazer uma pós em acupuntura! O que vc me diz sobre a resolução do conselho Federal de Medicina n.1455, de 11 de agosto de 1995,a qual diz reconhecer a acupuntura como especialidade médica?

  45. Márcia Lameu Moreira disse:

    Estou cursando o 5º período de fisioterapia e sou formada em educação física. Concordo que a acupuntura seja multi-profissional, justamente por abranger uma área alternativa de tratamento. Se faz importante a regulamentação para o profissional de Acupuntura, para que haja um órgão específico de fiscalização para o exercício desta profissão, porém independente, ou seja não estar vinculada apenas aos profissionais da medicina.

  46. Bruna Fanka disse:

    Concordo plenamente que a acupuntura não deve ser feita apenas por médicos, até mesmo por que a acupuntura abrange várias aréas da saúde…
    Eu estou cursando Biomedicina e está no meu curriculo uma especialização nessa mesma aréa. Tanto é que encontrei esse site fazendo uma pesquisa para um trabalho da faculdade… Então isso quer dizer que aquele formado e especializado em acupuntura tem todo o direito de trabalhar assim como um médico…
    Eu quero me formar em Biomedicina e atuar na aréa de acupuntura, e espero conseguir isso.

  47. Eduardo disse:

    Isabela,

    O CFM reconheceu a Acupuntura como especialidade médica através da resolução que você citou. Isto que dizer apenas e tão somente que os médicos passaram a poder especializar-se em Acupuntura, mas a resolução não tem absolutamente nenhum efeito sobre qualquer profissional que não seja médico.
    A regulamentação de profissões cabe privativamente à União, o CFM só tem autoridade sobre médicos.

  48. idalmo disse:

    Foi interessante observar ao longo do tempo de minha prática profissional a maneira como foi mudando a visão da medicina alopática a respeito da acupuntura. No começo, volta e meia eu ouvia de um paciente: “Idalmo, fui no doutor Fulano, e quando falei que estava fazendo acupuntura, ele me disse que eu era louca, que estava jogando dinheiro fora e que esse negócio era uma picaretagem. Mas eu me sinto tão bem com as sessões…”
    Aí, anos mais tarde, um belo dia me veio um paciente: “Idalmo, falei pro doutor Sicrano que estou fazendo acupuntura com você…” Macaco velho, já fui logo completando: “Já sei, ele falou que isso não funciona, que eu sou um picareta…” Qual não foi a minha surpresa quando o paciente me respondeu: “Não, ele disse que acupuntura é muito bom, funciona mesmo, a OMS assina embaixo. E que só médico pode praticar!”

  49. Silvio disse:

    Acupuntura deve ser regulamentada como uma especialização sem pré requisitos para qualquer pessoa que tenha interesse em praticá-la. O corporativismo médico é uma decepção, vinda de quem negou por muito tempo a técnica. É fácil perceber o interesse pelo mercado e a hipocrisia de monopolizar técnica. abraços

  50. Jorge disse:

    Acho que a acupunctura só deverá ser exercida por licenciados em Medicina Tradicional Chinesa. Não é com cursos de algumas horas ( a licença em M.T.C é de 5 anos e tem um estagio, na China) que se apreende o conhecimento.

Comentar